10/04/2014 às 14h45min - Atualizada em 23/01/2020 às 14h45min

Cheida visita Uraí e concede entrevista na radio milenium

Na manhã de quinta feira (10) de abril o Deputado Estadual Luiz Eduardo Cheida visitou  a cidade de Uraí, ele que ocupou o cargo de Secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná, também foi premiado pela ONU por seus projetos ambientais é membro titular do CONAMA ( Conselho Nacional do Meio Ambiente) e do Conselho Nacional de Recursos Hídricos,  foi prefeito de Londrina e presidente da Comissão de Ecologia da Assembleia Legislativa do Paraná.

Cheida concedeu entrevista na Radio Milenium Fm,  falou sobre varias Leis estaduais de sua autoria, entre elas o Decreto que regulamenta a criação da Rede Estadual de Direitos dos Animais (REDA), que será de responsabilidade da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos,  a coordenação,  elaboração e a implantação da política estadual de direitos dos animais no Paraná, ele ainda acrescentou,  tudo isso começou pela ONG-SPA de Uraí e também pelas Ong´s e Associações da região, pois as primeiras reuniões para chegar até a criação do Decreto aconteceu aqui na cidade de Uraí.

 A medida alcança todo tipo de animal, mas principalmente os domésticos, que convivem com as pessoas, como cães e gatos, e os domesticados, como cavalos, porcos, cabras, coelhos.

Ele explicou como irá funcionar a REDA; “Serão promovidas ações integradas com instituições de ensino e pesquisa, entidades de representação profissional, organizações da sociedade civil, organizações privadas e demais instituições. Queremos mudar a situação dos animais para melhor e de maneira definitiva e para garantir a eficiência da proteção dos direitos dos animais, a REDA replicará sua estrutura em 12 células regionais: Paranaguá, Curitiba, Guarapuava, Francisco Beltrão, Ponta Grossa, Londrina, Jacarezinho, Maringá, Ivaiporã, Cianorte, Goioerê e Foz do Iguaçu”, afirmou ele. 
 

Também falou sobre a proibição da pesca com redes e tarrafas em lagos, reservatórios e represas do Paraná. A resolução 017/2014, que regula as atividades pesqueiras que foi assinada por ele no dia (30) de março, na cidade de  Carlópolis, durante um torneio de pesca.

Cheida explicou que a resolução é uma necessidade para se conquistar a conservação ambiental e o equilíbrio das espécies, promovendo a sustentabilidade da atividade pesqueira com o uso de equipamentos permitidos por Lei. 

“A constatação da importância deste ato normativo foi no torneio da cidade de Carlópolis: quando o maior peixe pescado no torneio do ano passado mediu 72 centímetros. Neste ano, verificamos que a maior corvina não passava dos 50 centímetros. Tudo isso acontece porque os peixes estão desaparecendo das nossas represas por causa da pesca predatória”, declarou Cheida. 

 


 


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »